Coifa: Como escolher a certa para você!

coifa certa cozinha

A coifa correta para o seu espaço, fogão e estilo de vida pode fazer toda a diferença na forma como você encara sua casa. Principalmente para quem tem cozinha americana, é ela quem determinará se o ato de cozinhar será um sonho ou pesadelo.

Para te ajudar nessa missão, preparamos esse guia para aprender a comprar, instalar e utilizar a sua coifa.

Coifa x Depurador

É importante entender a diferença entre os aparelhos para fazer uma escolha consciente. Até porque depuradores são mais baratos que coifas, e, na dúvida, o preço mais baixo pode acabar sendo decisivo.

diferença coifa depurador

A coifa suga ar, odores, gorduras e fumaça e, por dutos de exaustão, envia-os para o exterior. Já o depurador não conta com exaustão externa. Ele suga ar, odores, gorduras e fumaça, processa através de filtros, e devolve para a cozinha.

Apesar de eficiente, o sistema do depurador não é perfeito. Uma parcela dos cheiros e gorduras acaba ficando no ambiente. Se você tem o hábito de fazer frituras, ou tem cozinha americana, o depurador não é para você. Invista em uma boa coifa!

Escolhendo a coifa certa

A primeira medida é conhecer o seu estilo de vida: a sua cozinha é americana? Você prepara muitas refeições em casa? Costuma fazer frituras mais de uma vez por semana?

dicas coifa

A partir dessa autoanálise, comece com o cálculo da potência do seu aparelho. A potência de sucção determina quanto ar deverá ser retirado do ambiente para que fique livre de gordura e odores.

1 – Potência da Coifa

Potência de sucção mínima = Volume da Cozinha (Altura x Largura x Comprimento) x 10

Assim, para uma cozinha de 4m x 5m, com pé direito de 2,5m:

Potência Mínima de Sucção: (5x4x2,5)x10 = 500m3/h

Potência Mínima Cozinha Americana = (Volume da Cozinha x 1,8) x 10

Utilizando o mesmo exemplo para uma americana:

Potência Mínima de Sucção: [(5x4x2,5)x1,8]x10 = 900m3/h

Se você tem o hábito de fazer muitas frituras, multiplique o volume por pelo menos 15, já que sua coifa terá que sugar um ar muito mais carregado de odores e gorduras.

Infelizmente, quanto mais potente a coifa, mais barulho ela fará. Por isso, vale a pena testar o aparelho na loja e verificar o grau de ruído.

 

2 – Tamanho da Coifa

O tamanho do aparelho deve ser sempre proporcional ao tamanho do fogão ou cooktop da sua cozinha, extrapolando sua medida em 5 a 10cm de cada lado.

Tamanho Coifa: largura total fogão + 20cm

tamanho coifa cozinha

3 – Modelo da Coifa

Quanto ao local, as coifas podem ser de ilha ou de parede.

Os modelos de ilha são instalados em vãos livres, tem acabamento pelos 4 lados e são fixados no teto (laje).

Os modelos de parede são fixados na parede sobre o fogão, e tem acabamento em 3 faces.

Os modelos de ilha, apesar de mais caros (normalmente), são menos eficientes, já que tem que dar conta de sugar mais ar. Os de parede, mais baratos, contam com a ajuda do anteparo da alvenaria, e acabam sendo muito mais eficazes.

como escolher modelo coifa

Quanto ao desenho, material e design, existem diversos modelos de coifa disponíveis no mercado. Cabe a você decidir qual funciona melhor com o estilo da sua cozinha. Mas fica o alerta: os modelos com vidro podem ser até 40% menos eficientes, já que uma parte da área onde normalmente ficariam os filtros é substituída pelo material. Por isso fique atento, ainda mais se precisar de um produto potente!

coifa de vidro é bom

Instalação

Como coifas retiram o ar do ambiente, é necessário um sistema de exaustão com dutos que conduzam para o exterior do imóvel. Os dutos geralmente podem ser embutidos no forro de gesso e a saída é normalmente acoplada a uma janela.

O ideal, portanto, é preparar essa infraestrutura na fase de obras da cozinha, mesmo que você não vá comprar a coifa naquele momento (basta fechar o local do acesso com uma chapa de gesso).

Vale também verificar se o seu condomínio tem um plano para esses dutos de exaustão, e se a porta de saída tem um modelo específico e se pode ser acoplada a uma janela, e qual. Não faça nenhuma alteração antes dessa verificação! Você pode terminar com um pepino nas mãos por conta de uma alteração irregular de fachada!

Caso seja impossível criar a exaustão, ou se o seu condomínio não permite a ligação externa, sua coifa não renovará o ar da cozinha, apenas filtrará as impurezas. Ou seja, funcionará como um depurador de ar. Se esse for o seu caso, pense se não prefere comprar desde o início um depurador, que cumprirá o mesmo papel e é bem mais barato.

A distância ideal entre a base da coifa e o topo do fogão convencional é de 75-80cm. Para cooktop elétrico, ela deve ser menor, entre 65-70cm.

Coifa embutida marcenaria

Ainda sobre a instalação, uma tendência forte de decoração é embutir o aparelho da coifa de parede no armário da cozinha. Além de criar um visual clean e aumentar a área de armazenamento, você ainda poderá escolher um modelo de coifa com design mais simples e economizar um bocado!

Uso

De nada adianta ter a coifa perfeita, com potência de sucção e tamanho adequados, se você não usá-la corretamente. Por isso, aí vão algumas dicas:

  • O aparelho deve ser ligado 10 minutos antes do início do preparo dos alimentos e desligado apenas 10 minutos depois da conclusão total.
  • Ao contrário do que se imagina, as portas da cozinha e janelas devem estar fechadas durante o uso da coifa. Correntes de ar dispersam as partículas de gordura, tornando o trabalho do aparelho muito mais difícil.
  • Manutenção é indispensável para o funcionamento correto! Os filtros de metal da coifa devem ser lavados pelo menos uma vez por mês (ou conforme a orientação do manual). E os filtros de carvão também devem ser descartados e trocados com a mesma frequência.

Agora que você já sabe, você tem usado corretamente o seu aparelho?

Cantinho de Costura

Pensamos muito sobre esse tema – Cantinho de Costura – antes de escrever sobre o assunto.

Com o corre-corre da vida atual, é quase insano sugerir um cantinho da costura em um post.

A maioria de nós sai cedo para o trabalho, enfrenta um trânsito caótico (para aquelas que moram nas grandes capitais do País). Chega em casa e tem que pensar no que vai jantar.

A única coisa que a maioria quer é assistir um programa na TV, entrar nas redes sociais e ver o que tá acontecendo com os amigos e dormir.

Se precisamos comprar uma roupa ou outra coisa qualquer, no final de semana, damos um pulinho ao Shopping.  Ou ligamos o computador e em 2, 3 cliques, pronto, produto em casa em alguns dias ou até em algumas horas.

Mas será que não está na hora da gente desacelerar um pouco?

Aí vieram as ideias do que fazer para relaxar e ao mesmo tempo criar coisas maravilhosas.

Artesanato, Costura, Crochê, Tricô, Pintura e tantas outras atividades que nos fazem esquecer do entorno, além de aumentar a autoestima e desenvolver a criatividade.

Dentre dezenas de trabalhos manuais que podem ser desenvolvidos em casa com esse objetivo, optamos pela costura.

Mas para que a sua casa não fique uma loucura. Linha, fiapos de tecidos, alfinetes e etc espalhados pela casa, montamos um “como fazer o seu Cantinho de Costura”.

Se inspire nas dicas e sugestões para organização do espaço e monte o seu atelier.

Dicas para a montagem de um Cantinho de Costura:

– Se você não tiver muito espaço em sua casa, pense em montar o seu Cantinho de Costura junto com o seu Home Office ou até mesmo dentro de um armário;

– Coloque uma mesa retangular ou quadrada para você poder cortar os tecidos no seu cantinho de costura. Se o local for pequeno providencie uma mesa de dobrar;

– Pinte as paredes com cores claras. As cores claras além de ampliarem o espaço, proporcionam maior luminosidade;

– Adquira um manequim para servir de modelo, não tem problema se você não for usá-lo. O seu cantinho de costura vai ficar muito charmoso. e vai parecer um  ateliê de verdade.

– Escolha uma cadeira super confortável para te proporcionar bem estar durante a confecção dos lindos modelitos;

– Decore o espaço com objetos relacionados ao tema, que estimulem a criatividade e a produção.

Dicas de organização para um Cantinho de Costura:

– As estantes devem ter espaços razoáveis para acondicionar caixas ou cestos. Isso é fundamental, principalmente para aquelas que não são muito arrumadinhas. Rs, rs, rs

– Pegboard são aqueles quadros feitos de placas de madeira para organizar praticamente tudo. Falando o português claro, pegboard, nada mais é do que uma placa de Eucatex perfurada. Amamos! Neles você pode pendurar qualquer tipo de suporte. Portanto, aproveite essa placa mágica e crie um espaço para organizar todas aquelas miudezas que um ateliê de costura exige: botões, linhas, zíperes, fitas, retalhos, apliques e etc.

– Prateleiras e armários fechados: São muito importantes. Neles você pode organizar os tecidos, os moldes, os projetos em andamento, etc.

– Etiquete tudo. Se você preferir compre caixas transparentes e se for pra coisas miúdas e diversas, escolha as que tiverem divisórias.

– Uma boa para os alfinetes e agulhas é acondiciona-los em suportes magnéticos. E mandar fazer organizadores externos de madeira ou acrílico para linhas e aviamentos.

– Se você não tiver muito espaço, compre ou peça para um  marceneiro fazer um carrinho com rodinhas, para todas as miudezas. Nas esqueça de colocar alças ou mini prateleiras perfuradas nas laterais externas onde você poderá guardar as tesouras, régua, alicates para perfurar couro  e o que mais você precisar.

Agora é fazer! Monte o seu cantinho de costura! Quem sabe começar a sua própria grife? SPFW? Paris? Quem sabe?

Na nossa pasta “Meu cantinho de costura” no Pinterest você encontra muitas outras ideias para montar a sua oficina.

Créditos de imagens:  Dom & Bývanie, Viktor Tapok,  achievaweightloss, comafranc,  bhg,  Tu Organizas,  carl, blackcrow, houzz,  houseofgracedesign,  palettesnquills, EstiloyDeco,  Corte e Costura

Assento Sanitário

Assento sanitário

Quase terminando a obra do banheiro! Chegou a hora de escolher os metais e as louças! Lembre-se que esses itens hoje em dia são verdadeiras peças de decoração.

Escolha os modelos e as cores que mais combinam com os revestimentos e com a marcenaria do seu banheiro. Leve em conta o espaço disponível, não adianta você comprar um modelo que não vai caber. Peça ao prestador de serviços que está executando a obra para te dizer as medidas ideias de cada uma das peças.

Uma coisa que sempre pedimos para o cliente fazer quando nós vamos escolher com eles o vaso sanitário é que ele se sente e veja se está confortável. Parece brincadeira, mas não é! Dependendo do tamanho da pessoa isso faz uma grande diferença.

Depois de tudo escolhido, tá na hora de decidir o assento sanitário.

Dicas para comprar um assento sanitário:

– Verifique o fabricante. Alguns modelos exigem assentos específicos;

– Tire as seguintes medidas: 1- distância entre os furos que se encontram na parte traseira da peça;

2- distância do parafuso até a frente do vaso;

3 -largura (no ponto mais largo).

– No caso de dúvida, bata uma foto com o assento levantado ou faça um modelo em papel pardo ou em jornal e mostre ao vendedor.

Materiais mais comuns na fabricação de assentos sanitários:

Plástico / EVA: o mais em conta. Mas isso não significa que não seja resistente e não tenha boa durabilidade.

 

Polipropileno e Polietileno (PP): o mais procurado. Possui alta resistente e de fácil conservação.

 

Almofadado: Possuem textura lisa e se mantem com uma temperatura agradável, mas em lugar com muita umidade a espuma absorve liquido, o que torna o contato desagradável.

 

Madeira laqueada: Encontrado em diversas cores. Bom acabamento, mas é necessário muito cuidado na limpeza, pois risca com facilidade.

 

Resina Poliéster (acrílico): um dos melhores materiais, apesar de mais caras, a resistência e durabilidade são maiores, além de terem proteção antibacteriana.

 

Lembre-se que se você tiver pessoas com mobilidade reduzida em casa, existem modelos com acessibilidade que facilitam bastante a vida da pessoa.

Assento Sanitário Elevado – 13,5cm

Entre na nossa pasta “Assento Sanitário”no Pinterest e veja muitas outras referências de banheiros com lindos assentos sanitários.

Créditos de imagens: retreatdesignperth, São Geraldo, Decor Salteado, Leroy Merlin