Como manter a reforma dentro do orçamento

reforma dentro do orçamento

Construir ou reformar pode parecer uma dor de cabeça! É muito planejamento, lista de compras, de fornecedores e um orçamento interminável. E, por mais que você faça contas, parece que o dinheiro acaba sempre antes do esperado!

Para ajudar você a manter seu projeto dentro do orçamento, separamos 5 dicas que farão toda a diferença!

1 – Para ficar no orçamento: Faça um Projeto

Comece sempre com um projeto detalhado do que você irá fazer. Pense com carinho tudo o que gostaria de ter e tudo que é necessário para que isso aconteça e faça uma lista.

Não se esqueça, por exemplo, que se você quer comprar quadros para a sua casa, irá precisar de pregos ou buchas e parafusos para fixá-los nas paredes. E se precisar de ajuda para fazer os furos, será necessária a mão de obra de um faz tudo ou marido de aluguel.

Nunca deixe de colocar algo no plano porque você “acha” que vai ficar caro. Essa tentativa de economia desinformada é uma armadilha! Primeiro porque esse item pode sair mais barato que você imagina. Segundo porque quanto mais serviços forem feitos de uma vez, mais barato fica o orçamento, proporcionalmente. E terceiro porque você pode terminar insatisfeito com o resultado e acabar gastando muito mais no final da obra para encaixar aquilo que deixou para trás.

Por isso, planeje com atenção e cuidado e não deixe nada de fora.

orçamento de reforma

O ideal mesmo é contratar um profissional de arquitetura ou decoração para fazer um projeto para o seu espaço e utilizar a planilha do memorial descritivo que ele vai te fornecer. Confie em nós, o gasto com um profissional representa uma economia no final do seu orçamento.

2 – Para ficar no orçamento: Faça Orçamentos

É isso mesmo! Orçamentos são fundamentais para você saber quanto vai gastar desde o início. Mas, lembra daquela lista que você fez na etapa anterior? Pois é… o preço de todos os itens dela tem que ser pesquisado.

O ideal é que o orçamento seja feito em mais de uma loja/fornecedor. Procure produtos semelhantes, mas de mesma qualidade e veja se tem o mesmo preço.

Fique atento também aos prazos e formas de pagamento de cada lugar, e a validade do orçamento. Olho vivo para itens em promoção. Anote em sua planilha o valor sem o desconto para não se assustar na hora da compra.

Para materiais de construção, revestimento e outros itens comprados em quantidade, considere sempre 10 a 15% a mais. Como o consumo de cada obra é muito particular, isso evitará surpresas desagradáveis.

Faça a compra desses materiais aos poucos e fique atento para que nenhuma caixa, lata ou saco seja aberto desnecessariamente. Eventuais sobras geralmente podem ser devolvidas ou trocadas.

É nesse momento que você realmente vai descobrir quanto gastaria para realizar tudo o que quer. Só com essas informações completas você tem condições de decidir o que pode ser feito, e o que vai ter que ser deixado para lá.

orçamento construir reformar

Novamente o nosso conselho: contrate um profissional especializado para fazer o seu projeto e ele te entregará essa lista de orçamentos prontinha! Clique aqui para conhecer o nossos serviços e saber como podemos te ajudar!

Outra vantagem de ter muitos orçamentos em mãos? Você tem poder de barganha! Sempre que for fechar alguma compra ou contratação negocie e chore um desconto. A maioria dos Home Centers cobre ofertas dos concorrentes e muitos dão descontos mesmo sem isso. Chame o gerente e não tenha medo de pechinchar!

3 – Para ficar no orçamento: Evite as tentações

Ok, então você já pensou e repensou tudo o que quer no seu projeto. Também já calçou o tênis e percorreu diversas lojas para conhecer as opções e escolheu o que considerou o melhor custo-benefício, certo?!

Então agora atenha-se ao plano! Lembre-se que cada alteração pode significar uma verdadeira sangria de dinheiro. Isso não quer dizer que você não possa mudar de idéia, mas, se quer mesmo se manter no orçamento, isso é péssimo!

Quando for às lojas fechar as compras, tenha foco! Sim, aquela manta é um charme e a vela decorativa é super cheirosa, mas, você precisa mesmo delas? Esse é o momento certo de comprá-las?

Estabeleça prioridades e siga seu cronograma. Tudo isso poderá ser comprado mais para frente, não se preocupe!

4 – Para ficar no orçamento: Pagamento à vista x Pagamento no final.

Muitas lojas oferecem desconto para pagamento a vista, e você pode, e deve, pedir e usar essa vantagem. Mas, somente pague adiantado empresas de confiança, bem estabelecidas e onde não há risco de prejuízo em caso de não entrega do material.

Entretanto, sempre avalie se isso é uma vantagem real para você. Às vezes é mais negócio realizar o pagamento de forma parcelada, para ter fluxo de caixa para as outras compras.

No caso de prestadores de serviço, nunca faça o pagamento adiantado! Negocie com o profissional o acerto apenas no final do serviço, se for um serviço pequeno e de curta duração, ou divida o valor por empreitadas, em obras maiores.

Isso evitará demoras desnecessárias nos serviços, além de evitar prejuízos caso o profissional “suma”.

E lembre-se sempre de ficar a atento a desperdícios: somente compre mais material quando ficar claro que o existente na obra não será suficiente. E jamais abra caixas, latas e sacos antes de ter certeza que irá consumi-los, já que muitos poderão ser trocados posteriormente.

5 – Para ficar no orçamento: Faça tudo de uma vez

Como você viu, muitas empresas dão descontos para pagamento à vista, e outras oferecem melhores condições em compras acima de determinado valor ou de grande volume.

O mesmo vale para os prestadores de serviço: os serviços saem proporcionalmente mais baratos quando contratados todos de uma vez.

Evite ao máximo dividir os serviços: por exemplo: agora fazer o piso, depois a parede, depois o teto… isso é desperdício de energia e dinheiro.

A grana tá curta e é impossível fazer tudo o que você quer de uma vez? Considere contratar um crédito específico para construção e reforma. Bancos, financeiras e até mesmo lojas de material de construção oferecem modalidades específicas para ajudar você nesse momento, e com taxas a partir de 0,85% ao mês.

Se os juros do crédito forem menores que as vantagens oferecidas pelos pagamentos a vista, mande ver! Mas se informe antes sobre o que o crédito cobre, ok? Alguns servem apenas para materiais de construção, enquanto outros cobrem móveis e acessórios. Procure o que melhor se adequa às suas necessidades.

orçamento para reforma

Se quiser saber mais sobre algumas modalidades de crédito disponíveis, clique aqui para ler o artigo completo do site Viva Decora.

Com planejamento, foco e atenção, com certeza você irá ficar dentro do orçamento da sua reforma, sem sustos nem dor de cabeça!

Abajur – Dicas para iluminar e decorar o ambiente

O primeiro abajur foi criado no século XVI, na cidade de Paris. No princípio o seu combustível foi o petróleo. Após a luz elétrica ele passou a ser utilizado como mais uma fonte de luz nas casas dos abastados. Os super conceituados e  elegantes abajures Tiffany começaram a ser fabricados em 1895.

A princípio os abajures só serviam para iluminar o ambiente. Hoje são ítens superimportantes no layout de um projeto de decoração e de luminotécnica.

Por sua versatilidade podem ser usado em vários ambientes com funções diversas. Tudo vai depender da lâmpada escolhida, da altura do pé (coluna) do abajur ou da forma, área e altura da cúpula.

Para qualquer estilo de decoração você encontra a peça ideal.

Podem ser encontrados nos mais diversos estilos, materiais, tamanhos e cores.

Algumas dicas superimportantes para você saber antes de comprar o seu abajur:

Se o objetivo for usa-lo para ler, procure um em que a luz não incida nos olhos e que só ilumine abaixo da região do queixo.

Os abajures apoiados em mesas laterais ou em aparadores são os ideais para as salas de estar e halls de entrada pois os raios luminosos não incidem diretamente nos olhos, ofuscando-os.

O local ideal para se colocar um abajur é próximo a uma tomada, ninguém merece um fio esticado aparecendo. Se você escolher um local afastado da parede para posicionar o seu abajur, uma boa estratégia é instalar uma tomada no chão.

Dicas de decoração para valorizar o ambiente com o abajur

O tamanho do abajur tem que ser proporcional ao local onde será apoiado. Uma dica rápida é: nunca um abajur pode ocupar uma área superior a 60% do apoio escolhido.

Utilize lâmpadas com luz amarela nas áreas sociais e íntimas e luz branca nas áreas de leitura.

Se o local escolhido precisar de uma iluminação mais intensa, escolha um com a cúpula branca ou em um dos tons nude.

Quando você usar mais de um abajur em um mesmo cômodo, necessariamente eles não precisam ser iguais. Você pode ousar escolhendo modelos diferentes. Isso dá estilo e causa interesse ao ambiente.

Nos quartos de casal quando um gosta de ler antes de dormir e o outro não, uma boa medida é usar em uma das laterais da cama um abajur ou um pendente com luz amarela, só para ser usada como luz auxiliar e na outra lateral um foco com luz branca, obedecendo as regrinhas de iluminação para leitura.

Fizemos uma seleção de imagens com lindas decorações onde os abajures são destaque para você se inspirar.

Quer mais ideias? Entra na nossa pasta “Abajur na decoração” no Pinterest.

Créditos de imagens:  JC-Uberaba, Reforma Fácil, Decoração I,  christinahamoui,  photos.hgtv,  Juliane Cardoso,  ntzchs,  Décorer, Street Market, decorarst, Cecilia Dale, Casar é ..., dezigngenie, Minha Casa Minha Cara,  jewelcaddy,  bgliving, Casa Pensada,  aliexpress, Carro de Mola,  froghilldesigns, Decorator,  Dr Engenharia, Projetos Habitissimo, vivadecora, Moldura Minuto,  Grandes Idéias Para Casa

Bancada de Cozinha Americana em L – Mais espaço na Cozinha Pequena

bancada de cozinha americana

Na hora de construir ou reformar, é fundamental planejamento, principalmente na cozinha. Se você está procurando uma idéia bacana para criar um espaço gourmet, mesmo em um espaço pequeno, nossa sugestão é apostar em uma bancada de cozinha americana em L, ao redor do balcão ou ilha.

Uma bancada de cozinha americana em L ocupa pouco espaço a mais. Por outro lado, garante mais um assento na área da cozinha e ainda acrescenta muito charme ao seu projeto.

bancada gourmet

Em cozinhas pequenas e integradas à sala, é comum nos depararmos com uma meia parede ou balcão dividindo os espaços. Aproveite essa estrutura e crie uma bancada de pelo menos 35 centímetros ao redor dela.

A bancada de cozinha americana em L fica charmosa e cria um ar de espaço gourmet, possibilitando que os convidados fiquem ao redor do cozinheiro.

largura bancada cozinha

Aliás, esse é o grande charme da cozinha americana, não é? Integrar o cozinheiro ao restante da casa e resgatar aquele clima de bate-papo na mesa da cozinha que a gente tanto adora!

Medidas para Bancada de Cozinha Americana

A largura da bancada de cozinha americana deve ser a partir de 35 centímetros. Isso é espaço suficiente para um jogo americano na parte de cima. E para as pernas, banquetas e cadeiras na parte de baixo.

A altura vai depender da sua escolha. Opte por 75cm se quiser usar cadeiras e criar uma diferença de altura entre o balcão e a bancada. Para nós, esse é a opção mais charmosa para a cozinha americana.

balcão cozinha planejada

Se optar pela bancada na mesma altura do balcão/ilha (90 a 95cm) use banquetas altas. Nesse caso, tenha certeza que as banquetas tem altura compatível com a da bancada: ou seja, o assento da banqueta deve ser uns 25cm mais baixo que o balcão.

Essa opção fica muito boa para as cozinhas maiores, com ilha, para varandas e espaços gourmets.

modelo de bancada de cozinha

Material para a Bancada de Cozinha Americana

Como sempre dizemos, na cozinha americana é importante apostar em revestimentos resistentes, adequados para área molhada, mas que combinem com a decoração do restante da casa. Por isso, seguindo o estilo da sua sala, você pode fazer a bancada em madeira, vidro, mármore, granito ou outras pedras sintéticas.

balcão cozinha americana

Veja o que funciona melhor para o seu espaço e, já sabe, né?! Se precisar de ajuda, estamos aqui!

Você também irá gostar de ler: Querida, Integrei a Cozinha! 5 Dicas para fazer uma Cozinha Americana com Sucesso