Pedra para bancadas

Qual a melhor pedra para bancadas de cozinhas, lavabos e banheiros? Silestone, nanoglass, limestone, corian, granito ou mármore?

São tantos os materiais disponíveis para esse fim que realmente se torna difícil escolher o mais bonito. Compro esse ou aquele? Mas antes de você optar por uma pedra pela sua beleza saiba as vantagens e desvantagens de cada uma delas. Assim você tomará uma decisão consciente e segura.

Pedras para bancadas

As pedras são divididas em 2 categorias: Naturais e Sintéticas

Dentre as naturais as mais usadas para a fabricação de bancadas e pisos são os granitos e os mármores.

Qual a composição, vantagens e desvantagens de cada uma delas?
Naturais
Granito

Por exemplo, o granito é uma rocha dura formada por quartzo, feldspato e mica. Certamente resistente a altas temperaturas, riscos e impactos, portanto pode ser usada em áreas externas e internas.

Bancada de granito
Amostras de granito

Ainda mais por possuírem um excelente custo benefício são bastante utilizadas. Além de servirem para bancadas, frontões e piso.

Podem ser impermeabilizados, cristalizados, resinados, jateados ou polidos. Cada um desses processos permite maior durabilidade e eficiência na higienização.

Encontrado em diversas cores que vão do preto ao branco, passando pelo verde, marrom, rosa, amarelo, vermelho, creme e cinza, com as mais diferentes nuances e desenhos.

As desvantagens do granito são não possuírem cores uniformes, sendo sempre pigmentadas por pontos pretos que são o mineral mica, além de manchar com a umidade ao longo do uso e ser escorregadio quando molhado.

Mármore

O mármore é uma rocha calcária de imensa beleza e sofisticação com enorme variedade de cores. Possui veios que conferem um aspecto orgânico à peça. São mais apropriadas para piso, revestimentos de parede, tampos de mesas e degraus de escadas. Não deve ser usado em áreas externas e bancadas de pia. Correm o risco de manchar com a umidade e com alimentos gordurosos e muito pigmentados. Do mesmo modo deve ser evitado no piso de box, pois além de muito escorregadio até a gordura do corpo pode manchar a pedra.

Bancada de mármore
Tipos de mármore
Sintéticas
Já na categoria das sintéticas encontramos diversos tipos.
Separamos pra você as mais comuns.
Silestone ou Corian ou Marmoglass ou Nanoglass? Qual escolher? 
Silestone

Perfeita para bancadas de cozinhas e banheiros. Além disso possui cores incríveis, alta durabilidade e resistência, essa pedra sintética é formada pela mistura de materiais inorgânicos, resina e quartzo. Certamente uma feliz escolha. O seu visual é muito elegante, além de iluminar o espaço devido ao seu polimento perfeito.

Bancada de silestone
Cartela de Cores de silestone

Por ser bastante impermeável, o silestone é muito usado em cozinhas e banheiros.

Líquidos como vinho, catchup, óleos, café e outros tantos alimentos ácidos e muito pigmentados são impedidos de penetrar se, claro, o local for limpo logo que o acidente ocorrer.

Por isso é considerado um dos materiais mais higiênicos para pias, pois por não possuírem rugosidades as bactérias não se acumulam sobre a superfície.

Mais notável é que pode ser reparado só no local avariado, sem precisar trocar a peça toda.

Corian

Esse tipo de revestimento formado por resina acrílica, derivados da bauxita e pigmentos pode ser utilizado em áreas externas ou internas.

Bancada de corian
Cartela de cores do corian

As emendas das placas praticamente não aparecem, o que permite uma uniformidade incrível quando aplicado em grandes áreas como pisos e paredes.

Por serem encontrados em 27 cores e pela sua grande facilidade de moldagem fazem a alegria de muitos arquitetos e designers de interiores.

Surpreendentemente esse tipo de pedra não descasca ao longo dos anos.  Além de suportar até mesmo arranhões e pequenos impactos. Devido ao fato de serem densos e compactos não perdem a cor com o passar do tempo.

Marmoglass

Produzida a base de pó de mármore e vidro, o marmoglass possui muito brilho, baixa porosidade e também uma grande resistência a riscos.

Aparador de marmoglass
cartela de cores marmoglass

Durante o processo industrial bolhas de ar se formam na superfície do produto o que confere um ar mais rústico ao material, similarmente a alguns mármores.

Portanto, muito semelhante ao mármore natural, o marmoglass pode ser um bom substituto em locais com umidade ou em áreas molhadas.

Entretanto pode ser encontrado em diversas cores, o que é uma grande vantagem sobre as pedras naturais.

Nanoglass

Diferentemente do marmoglass, o nanoglass passa por um processo de nanotecnologia que evita a formação de bolhas em sua superfície, tornando-o uniforme e sem irregularidades, assim sendo confere ao local um ar mais elegante.

Se você está procurando um produto colorido, o nanoglass certamente não serve para você. Infelizmente Ele só é encontrado na cor branca.

Degraus de nanoglass
Banheiro com nanoglass

Por sua aparência homogênea e alta resistência o nanoglass é muito utilizado em bancadas de pias e cozinhas.

Todas a pedras sintéticas citadas acima precisam de muito cuidado ao se depositar panelas e outros objetos quentes sobre elas. Por serem muito sensíveis ao calor as pedras ficarão com manchas que não sairão com a limpeza. Para evitar esse contratempo, compre porta panelas de boa qualidade e tenha-os sempre à mão quando for cozinhar.

Utilize somente detergente neutro e água para a limpeza de sua pedra sintética.

Finalmente chegou a hora de decidir qual material você vai comprar e partir pra colocação. Por certo sua bancada vai ficar linda!

 

Créditos de imagens: tecto, Marmoglass, decofacil, habitissimo, Kitchenid, DuPont, oarquitectosconstrutores, Blog da Casa, Mármores - SA Martins, Cosentino, Construindo Decor

Cozinha Preta, Pode?

A gente ouviu dizer a vida inteira que cozinha preta não pode! Então você deve estar aí sentindo calafrios só de ler o título desse post! Cozinha preta? Mas cozinha não tem que ser clara, para você ver a comida que está sendo preparada? Cozinha não tem que ser branca, por causa da limpeza?

Ora! Isso é coisa do passado! Quem define a claridade da cozinha é a iluminação natural e artificial, não a cor dos armários e revestimentos! E a limpeza depende da higienização e manutenção diárias, não da cor, né?!

Então, pensando bem, por que cozinha não pode ser preta? E a resposta é: Claro que pode! Tomando alguns cuidados básicos para não diminuir o seu espaço (cores escuras passam a sensação de delimitação, isso é fato!). Fora isso a cozinha preta pode ser o centro das atenções na decoração da sua casa!

Cozinha Preta
armário preto na cozinha

Optar por decorar a parede e armários da sua cozinha com a cor preta é uma escolha ousada, mas muito elegante e urbana. Se você está planejando uma cozinha assim, parabéns! O nosso único conselho é: capriche na iluminação do espaço. A cor preta absorve a luz, por isso, uma mesma cozinha em branco parecerá muito mais iluminada que a opção em preto. Além da iluminação direta, aposte em luzes sob os armários e sobre a pia.

dicas para ter uma cozinha preta

Revestimentos brilhantes também refletirão mais a luz, no lugar das opções foscas. Só tome cuidado para não deixar tudo muito brilhante! Se investir em um revestimento de parede brilhante e faça os armários em laminado fosco, para ter mais equilíbrio. Utilizar texturas e materiais diferentes é o segredo de uma decoração monocromática bem sucedida!

armário preto para cozinha
Cozinha Americana preta

Na cozinha americana, o look all black é super indicado. Primeiro porque a cozinha é aberta e tem como contraponto a sala e todo o restante da casa, para clarear e iluminar. Segundo porque um bloco de cor pode ser uma maneira perfeita de delimitar a área da cozinha, separando o ambiente integrado sem utilizar divisões ou barreiras visuais.

como fazer uma cozinha americana
parede preta na cozinha
O Preto nas Cozinhas pequenas

Sua cozinha é pequena? Um truque super legal é revestir a parede da pia com espelhos. Isso ajudará a refletir a luz e ainda dobrará seu espaço.

cozinha com armários pretos

Por outro lado, na cozinha pequena e fechada talvez seja mais interessante utilizar o preto com um pouco mais de moderação. Uma possibilidade é apostar em armários pretos, mas revestimentos de piso e parede claros ou em madeira para quebrar a cor.

decoração de cozinha com preto
cozinha planejada preta

Ou ainda ao contrário, invista em revestimentos de piso, parede e bancada na cor preta, mas faça os armários planejados em cores mais claras ou madeira.

como usar preto na cozinha

Combinação infalível, o preto e branco é elegante e atemporal, e pode ser uma forma de conciliar o preto na cozinha para aqueles que ainda estão inseguros.

decoração de cozinha americana

O Guia da Iluminação para o quarto

A iluminação adequada pode transformar a decoração de uma casa, além de trazer muito mais conforto e praticidade ao dia-a-dia.

Embora a gente costume falar muito em iluminação para a cozinha, banheiro e sala, a iluminação do quarto é igualmente importante, e exige planejamento e um projeto adequado.
como iluminar quarto casal
Para iluminar o quarto da forma correta, em primeiro lugar o você precisa saber é que existem dois grupos principais de iluminação: a iluminação direta e a iluminação indireta. No quarto, a iluminação direta será responsável pela luz principal do ambiente. Certamente é a luz forte e, geralmente, central que será acesa na hora de se arrumar, maquiar, procurar algum objeto e até mesmo trabalhar.
Portanto a iluminação indireta é aquela luz suave e aconchegante, para ser acesa enquanto se assiste televisão, lê um livro ou relaxa antes de dormir.
Dentro de cada uma dessas categorias existem várias maneiras de se iluminar corretamente o quarto, de forma a valorizar a decoração e facilitar as tarefas do dia-a-dia. Vamos a elas?
ILUMINAÇÃO DIRETA
Primeiramente você pode criar uma iluminação direta no quarto com lustres, plafons, spots ou trilhos de iluminação. A escolha vai depender do seu estilo, tamanho do ambiente e algumas particularidades arquitetônicas.
1. Lustre
Um belo lustre pendente valoriza qualquer quarto! Desde os modelos luxuosos em cristal até os mais modernos e esculturais. Um lustre irá atrair a atenção imediatamente sempre que se entrar no quarto, decorando o espaço por si só.
luminária para quarto
Mas cuidado, os lustres só funcionam bem em quartos com pé direito alto. Idealmente devem ser instalados em quartos maiores, para não se obter um resultado desproporcional. Não existe uma fórmula para saber o tamanho ideal do lustre para o seu quarto. Mas um forma simples de calcular é verificar se sobrará altura suficiente embaixo da peça para que você circule sem correr o risco de bater a cabeça (pense também em pessoas mais altas: o ideal é que sobrem 2 metros livres abaixo da luminária).
lustre para quarto

2. Plafon
Plafons são luminárias não pendentes, com um difusor (protetor) para as lâmpadas, e que podem ser de embutir ou sobrepor.
Elas conferem um visual bem mais clean ao teto do quarto e são perfeitas para pés direitos mais baixos. Quando não há rebaixo de gesso no quarto o plafon deve ser, obrigatoriamente, de sobrepor.
projeto iluminação para o quarto
Os plafons de embutir ficam encaixados no gesso e alinhados com a superfície do teto. Por isso conferem muito mais liberdade na hora de decorar o quarto, já que não contam como um elemento decorativo.
decoração quarto pequeno
3. Spots e Trilhos de Iluminação
Os spots e trilhos de iluminação dão liberdade para que o facho de luz seja direcionado no sentido desejado. Perfeitos para quem não tem teto rebaixado e precisa melhorar a iluminação do quarto, distribuindo melhor a luz.
trilho de iluminação quarto
Além disso, são uma opção perfeita para quem quer uma decoração descolada, urbana ou industrial.
ILUMINAÇÃO INDIRETA
A iluminação indireta é fundamental no quarto, já que é um dos cômodos mais versáteis da casa e diversas tarefas são desenvolvidas diariamente nele. Antes de começar a planejar a iluminação do seu quarto, faça uma lista de todas as coisas que você costuma fazer nesse local. Observe a necessidade de iluminação para executar cada uma delas. Dessa forma você poderá distribuir corretamente os pontos de iluminação indireta pelo espaço.
1 – Gesso
A forma mais comum de criar uma iluminação indireta é explorando o gesso rebaixado. No quarto, esse tipo de iluminação fornecerá uma iluminação geral e suave, agradável para assistir TV ou mesmo começar o dia sem ofuscar os olhos assim que acordar.
iluminação teto quarto
gesso teto luz quarto
2 – Spots
Spots de luz podem ser posicionados estrategicamente para iluminar de forma direta e pontual um determinado ponto. Considere-os um reforço à iluminação direta. São excelentes, por exemplo, na frente do guarda-roupa e sobre espelhos. Também ajudam muito sobre uma poltrona de leitura ou penteadeira.
decoração quarto com spots
3 – Pendentes / Arandelas / Luminárias de Mesa
Todo mundo sabe da necessidade de iluminar as laterais da cama com uma iluminação indireta. Essa luz, tradicionalmente sobre o criado-mudo, é a sua melhor amiga na hora de ler um livro ou trabalhar na cama no final do dia.
Nos quartos de casal, é importante que haja uma luz indireta de cada lado da cama, e que funcionem de forma independente. Assim, se uma pessoa quiser permanecer por mais tempo com a luz acesa, não incomodará a outra.
abajur mesa cabeceira quarto
Antigamente a luz lateral era exclusivamente obtida por uma luminária de mesa. Hoje em dia existem diversas formas criativas para isso. Lustres pendentes, por exemplo, são ótimos para quartos pequenos e para quartos com pé direito baixo, pois ajudam a alongar a parede. Eles podem ser únicos, uma composição de peças e até mesmo de modelos diferentes em cada lado da cama.
tipo luminária quarto pequeno
Só tome cuidado com a altura e a proporção.  O pendente deve terminar entre 30 e 50 centímetros acima da linha da cama e nunca poderá ser maior que o criado mudo em si, ok?
projeto iluminação quarto casal
As arandelas (luminárias de parede) também ficam muito lindas nas laterais da cama. Você pode optar por modelos fixos ou articulados. Eles podem ser trazidos mais para perto ou reposicionados de acordo com sua necessidade.
decoração parede quarto
4 – Cabeceira
Tendência forte na decoração do quarto, fitas de LED, são ótimas para contornar a cabeceira da cama, criando uma retroiluminação. Essa luz indireta, geral e difusa é ótima para relaxar e guiar, e além disso destacará os contornos do seu móvel.
idéias de iluminação cabeceira
cabeceira iluminada LED
5 – Decorativa
Diversos outros elementos decorativos podem ser espelhados pelas paredes do quarto. Cordões de luz, cinelights e neons, embora forneçam luz indireta, tem a função de decorar e encantar.  Por isso, não os leve em conta no planejamento da iluminação do quarto. Considere-os um extra!
neon no quarto
projeto iluminação quarto
LÂMPADAS
Embora a iluminação ideal do quarto seja focada no relaxamento, é muito importante que você tenha em mente o tipo de atividades desenvolvidas no espaço para poder escolher a melhor lâmpada para o local.
As lâmpadas de luz amarela, são mais suaves, relaxantes e aconchegantes. Como resultado, são perfeitas para a área da cama. Já a luz branca é melhor para a área de estudos e do armário, pois ilumina muito melhor e favorece a concentração e atenção.
iluminação quarto
Independentemente da cor da luz, sua escolha para o quarto deve ser, preferencialmente, o LED. A parte toda a sua eficiência energética, que se traduz em economia no dia-a-dia, esse tipo de lâmpada também não emite calor.   Por isso, é perfeita para luminárias de mesa e cabeceira, evitando que você comece a sua sempre que acender a luz para ler ou relaxar.
Agora que você já sabe tudo isso, como está a iluminação do seu quarto?