Lavanderia bem planejada

Você sabia que para algumas culturas o espaço da lavanderia representa a vida afetiva dos moradores da casa? Consequentemente isso nos leva a pensar duas vezes sobre esse ambiente, certo? Como está o seu? Meio confuso? Então está na hora de rever a sua Área de Serviço.

Apesar dessa crença não fazer parte de nossa cultura, isso não exclui o fato de planejar com carinho a lavanderia.  Porque isso se traduz em bem estar para seu dia-a-dia. Não importa o tamanho, a lavanderia pequena, ou grande, deve ser clara. Portanto deve refletir limpeza e ser arejada para facilitar a secagem de roupas, e muito organizada.
Dicas para decorar a Lavanderia

Em primeiro lugar deve-se planejar o espaço necessário para a área de serviço: o requisito mínimo para esse ambiente é ser capaz de acomodar lado a lado um tanque de roupas e uma máquina de lavar, lembrando que a melhor opção para quem tem pouco espaço ou tem a lavanderia na área social da casa é investir em uma máquina tipo lava e seca, que dispensará os varais e secadores de roupa.

Em segundo invista em uma boa iluminação e igualmente em cores claras, tanto na marcenaria quanto na cor das paredes. Isso permitirá que o ambiente fique mais claro e possa ser usado a qualquer hora.

Armários e organização
O armário da lavanderia também exige muita atenção! Principalmente em relação à altura das prateleiras, que devem ser pensadas para acomodar os produtos de limpeza que você costuma utilizar! Se houver dúvida, peça para a loja de planejados ou para o marceneiro deixar as prateleiras móveis e reguláveis. Assim, no dia-a-dia você pode ir adequando às suas necessidades.
lavanderia branca

Além dos armários planejados, caixas e cestos organizadores, identificadores e separadores de roupa contribuem muito para a arrumação do ambiente, facilitando a rotina de limpeza.

Eletrodomésticos
Até os fabricantes de eletrodomésticos já perceberam que não se pode negligenciar a Área de Serviço: os últimos lançamentos de Lavadoras e Secadoras de Roupa tem design diferenciado e cores arrojadas. E o melhor? Com preços cada vez mais acessíveis!
lavadora de roupas preta
Uma dica preciosa para quem precisa ganhar espaço é investir em uma Lavadora de Roupa com abertura frontal, que permite a instalação de armários ou prateleiras logo acima do aparelho. Como resultado você terá uma área que atenda todas as necessidades.
Instale um cabideiro sob a marcenaria. Eles podem ser presos na própria móvel ou na parede. Se você optar por prende-lo à parede, posicione-o 8 cm abaixo do armário para que caibam os cabides e você possa usá-lo até para pendurar roupas passadas ou cabides que não estejam em uso.
Finalmente não se esqueça dos cestos para roupas. O ideal, se o espaço permitir, é comprar ou mandar fazer na própria marcenaria dois cestos. Um para roupas limpas, e outro para roupas sujas.
Em síntese, seja grande ou pequena, qualquer lavanderia deve ser bonita e organizada.
armários planejados para lavanderia

Cozinha Americana – 5 Dicas para Ter Sucesso na Integração da Cozinha

Uma solução arquitetônica que apoiamos e adoramos é a Cozinha Americana! Uma cozinha aberta, sem limitações de paredes, não apenas ajuda muito a ampliar a sensação de espaço, mas também traz aquele aconchego da cozinha para o corpo da casa. Portanto, é uma ótima pedida para apartamentos pequenos

Além disso, qualquer um que já tenha passado um tempo cozinhando ou lavando uma pilha de louça sabe como é terrível ficar isolado no cômodo, enquanto o resto da família ou dos convidados se divertem na sala.

A tendência de integrar sala e cozinha é tão grande que muitos dos novos empreendimentos já vem com essa opção na planta, o que nos deixa super felizes!

A solução também é perfeita para quem foi criado tomando café e batendo papo ao redor da mesa da cozinha! Já que as novas cozinhas geralmente não permitem a colocação de uma mesa no cômodo, a integração, seja total ou parcial (por meio de meias paredes ou passa pratos) permite posicionar a mesa de jantar da família bem junto do cômodo, dando aquela sensação de voltar à cozinha da vovó!

Mas integrar a cozinha é muito mais do que simplesmente derrubar uma parede e exige planejamento e atenção aos detalhes. Confira as nossas dicas!

1 – Cozinha Americana = Área Social

Quando se tem uma cozinha americana, é natural uma maior preocupação com os revestimentos e materiais utilizados, bem como com o layout de armários. A partir de agora, sua cozinha fará parte da área social de sua casa. Por isso, é importante haver, primeiro, coerência com o resto da decoração (paletas de cores semelhantes ou harmônicas, estilos idênticos ou complementares, etc). Segundo, uma decoração que deixe o espaço com menos cara de cozinha.Para isso:

  • Evite lotar todas as paredes com armários fechados e pesados. Misture estantes ou portas de vidros.
  • Revestimentos de cozinha decorativos e diferenciados. Aposte em cimento queimado, tijolinho, ladrilho hidráulico, porcelanato que imita madeira, azulejos estampados ou subway tiles. Também vale pintar as paredes, inclusive com tinta lousa!
  • Fique longe dos puxadores de armários. Sabe aquele puxador em barra de inox? Pois é! Ele grita “armário de cozinha”! Se possível, elimine completamento o puxador da sua cozinha e invista em portas com abertura por pressão, ou puxadores cava ou em furo.
  • “Acessorize”! Como sua cozinha está aberta e integrada à sua sala, dedique a ela a mesma atenção no que toca a acessórios. Quadros, plantas, bonitas peças de decoração, utensílios e eletroportáteis de culinária devem preencher o local.
   
2 – Delimitação do Espaço – Cozinha Americana

Aqui, você precisa fazer uma escolha: delimitar ou não o espaço da cozinha? Para muitas pessoas, a integração, e trazer a cozinha para a sala é uma prioridade. Nesse caso, aposte em um piso único nos ambientes. Utilize as mesas cores nas paredes e teto e seja fiel ao estilo e materiais.Se, por outro lado, você deseja a integração, mas prefere que fique mais claro qual a área da cozinha, a gente entende! Quem costuma preferir a delimitação tem preferência por revestimentos mais fáceis de limpar, ou tem idéias bem claras a respeito de como deve ser uma cozinha.

Algumas formas de delimitar visualmente o espaço da cozinha integrada são:

  • Pisos diferentes.
  • Blocos de cores na pintura de teto e paredes
  • Balcões divisores
3 – Cozinha Americana ainda é Área Molhada

Apesar de estar aparente, de fazer parte da área social, de exigir um acabamento mais delicado e nobre, uma cozinha sempre será uma cozinha!Isso significa que você deve pensar em revestimentos que sejam lindos, mas também práticos e duráveis, além de próprios para áreas molhadas.

Nem pensar em utilizar papéis de parede na cozinha, ok? Fique longe do mármore que é poroso, mancha e absorve gordura e da maioria das madeiras naturais também. Lembre-se sempre que revestimentos naturais exigem cuidados e manutenção constante. Além de hábitos de vida que não envolvam muita água ou gordura na cozinha.

Eleja as imitações! Porcelanatos que imitam madeiras, mármores, tecidos e estampas são seus melhores amigos na hora de decorar a cozinha! A indústria evoluiu demais e com certeza você encontrará um material adequado para o ambiente e que também será lindo e prático.

Existem no mercado diversas resinas impermeabilizantes e oleofugantes que podem dar aquele reforço na hora de proteger o revestimento escolhido. Esse tipo de intervenção aumenta a vida útil do material e diminui o stress na hora da limpeza. Vale se informar na hora da compra!

4 – Plano de Contingência – Cozinha Americana

É fundamental ter um plano para exaustão de fumaça e gordura quando se tem uma cozinha integrada ao restante da casa. Negligenciar esse ponto é correr o risco de ter a casa inteira cheirando a fritura.O item mais fundamental da sua cozinha integrada, portanto, é a coifa! E não é qualquer coifa, não! Ela deve ter sucção compatível com a área do local, tamanho adequado ao número de bocas do fogão, filtro de carvão e, preferencialmente ter exaustão para o lado externo.

Se mesmo assim você ainda ficar inseguro, que tal garantir sua tranquilidade colocando uma divisória móvel entre a cozinha e a sala? No dia a dia ela pode ficar recolhida, sendo fechada apenas quando for necessário.

Essa é uma idéia super bacana, que impedirá que os odores, fumaça e gordura da cozinha se espalhem pelo resto da casa. E mais que isso,  pode dar aquela cobertura em eventuais baguncinhas…

5 – Escolha a mesa com atenção para uma Cozinha Americana

Integrar a cozinha à sala muitas vezes significa incorporar a área de jantar no próprio espaço do preparo. Você pode fazer isso de duas formas: estendendo a mesa de jantar a partir de uma ilha central ou encostando-a à bancada divisória cozinha-sala.A gente ama a ideia de estender a mesa na posição de um balcão. Assim cria um meio termo entre as duas opções. Nesse caso você não precisa abrir mão da bancada-divisória, mas a própria mesa de jantar acaba fazendo parte dela.

Seja como for, pense com cuidado como fará a transição entre a ilha/balcão e a mesa! Isso porque uma mesa de jantar padrão mede 75 centímetros de altura. Enquanto que a altura de uma ilha ou bancada de cozinha é 95 cm.

A opção mais simples é deixar um desnível entre elas. Essa solução é perfeita para quem busca conforto, já que poderá utilizar cadeiras comuns na mesa de jantar.

Se você preferir, pode nivelar sua mesa na altura do balcão, criando uma superfície contínua. O resultado fica lindíssimo, mas lembre-se que será necessário colocar banquetas mais altas como assentos. Os modelos costumam ser mais desconfortáveis para quem pretende passar horas desfrutando de um bom papo e boa refeição. Além de ser inacessíveis a crianças e pessoas com mobilidade reduzida. Por isso, pense bem antes de empregar essa ideia.

Existe ainda a possibilidade de uma bancada de refeições, que geralmente contorna o balcão ou a ilha e é ainda mais alto que eles. Sua altura final pode ser de até 1.10 metro, o equivalente a um balcão de bar. Novamente, apesar da idéia ser linda, pense bem na acessibilidade, ok?

Se observar essas 5 dicas, com certeza sua integração será um sucesso, você aproveitará muito mais as vantagens de ter sua cozinha assimilada à sala!

Créditos de Imagem: Casa e Jardim, The Design Files, Casa Claudia, Casa Casada, Casa.com, Contemporist, Roberto Minotto, Casa.com, Casa e Jardim, Outlook Live, Viver em Casa, Casa Vogue, Casa Vogue, Casa e Jardim, Architectural Digest, Casa.com, The Ultra Linx, Casa Vogue, Beta Arquitetura, Decoist, Constance Zahn, El Mueble, Cote Maison, Aurelie Magnet Laurent Velon, Estilo y Deco e Nane Faria.

Escritórios Coworking: Entenda o novo estilo de trabalhar!

Coworking é um novo estilo de ambiente de trabalho voltado para profissionais liberais, freelancers, start-ups e empreendedores. Profissionais que não tem uma sede própria mas que preferem não trabalhar em home offices.

Afinal, esses espaços oferecem estrutura e contato de networking com outros profissionais.

O termo coworking significa, literalmente, trabalho coletivo. Ou seja, são espaços de trabalho coletivos em que esses profissionais se reúnem para tocar seus negócios.

espaço coworking

Escritórios coworking são decorados para estimular a criatividade, a integração e o networking. Primam pela decoração descolada, geralmente de baixo custo, antenada com tendências industriais e de upcycling.

escritorio coletivo criativo

Várias dessas idéias podem ser trazidas para a decoração do Home Office ou para o seu escritório. Por isso, não é porque você não pretende utilizar um desses espaços que não vai ficar ligado no que eles tem de bom, e o que você pode aprender com eles.

escritório colorido

 

Coworking: Mesas de Trabalho

Em espaços de coworking (assim como nas áreas corporativas do seu escritório) a opção é por estações de trabalho: mesas coletivas para 4 ou mais pessoas, frente a frente ou lado a lado, no estilo balcão.

área corporativa como montar

Só fique atento ao espaço reservado para cada profissional: atenção para eles não fiquem amontoados uns sobre os outros e o trabalho se torne desconfortável e contraprodutivo. Assim, uma mesa (ou área) de 1m a 1,20m de largura por 50cm a 60cm de profundidade fica perfeita.

decoração de escritório

O melhor material para a mesa de trabalho é a madeira: Além de mais barata, ela proporciona maior conforto térmico e de escrita. Como nesses espaços os profissionais são sempre diferentes a cada dia, vale investir em materiais duráveis e resistentes.

decoração escritório coletivo

 

Coworking: A iluminação

A iluminação é sempre um item a ser observado. Além de ser adequada para um ambiente de trabalho, também costumam ser um show de estilo! Primeiro, ofereça luminosidade adequada, sem zonas de sombra ou de ofuscamento. Em seguida, capriche no visual! Se for utilizar lâmpadas de filamento de carbono, comuns na iluminação de estilo industrial, lembre-se que elas são decorativas e não fornecem luz suficiente para o ambiente de trabalho. Por isso, invista em uma iluminação direta correta e deixe-as para mera decoração, ok?

como decorar o escritório

Coworking: Revestimentos

Por fim, os revestimentos dos escritórios de coworking costumam ser super criativos, mas devem ser pensados para durar, além de aguentar o alto tráfego de profissionais indo e vindo ao longo do dia.

carpete em escritório

Quer mais idéias para decorar o seu escritório? Leia também: SALA DE REUNIÃO – A CARA DA EMPRESA