4 Maneiras de Instalar Quadros sobre o Sofá

como fazer composição de quadros

Casa tem que ter personalidade e estilo, e uma das maneiras mais simples de conseguir isso para a sua casa é decorando as paredes com quadros. Por isso, já cansamos de dizer: nada de parede nua ou sem graça! Aproveite essas enormes telas em branco que existem na sua casa e crie a decoração dos seus sonhos!

Na sala de estar, a parede atrás do sofá é uma que costuma ficar implorando por atenção! Quadros são a melhor aposta, mas se você nem sabe por onde começar, confira abaixo as 4 formas simples de decorar a parede da sala e deixar sua casa com decoração de revista!

quadros decoração sala

1 – Peça Única

Vamos começar do mais fácil para o mais difícil? Em primeiro lugar, se você está inseguro em montar uma composição de quadros, ou tem um quadro que você ama de paixão, é fácil decorar a parede atrás do sofá da sala com essa peça única.

como decorar com quadros

 

Não existem muitas regras para essa decoração. Entretanto, uma medida agradável  é subtrair entre 60cm e 1m do tamanho do seu sofá. Ou seja: se o seu sofá for de 2,4m, como resultado o quadro sobre ele pode medir entre 1,8m e 1,4m. Para instalar, alinhe com o centro do sofá e respeite pelo menos 30cm acima do encosto, para que ninguém encoste a cabeça na sua obra de arte.

quadro sobre o sofá

Tem um quadro abaixo da medida ideal que você ama? Certamente que você pode coloca-lo sobre o sofá! Não tem problema. Mas nesse caso, ao contrário de centralizar, desloque a peça para uma das laterais do sofá. Isso deixa o resultado mais interessante.

Centralize a peça sobre 2/3 ou 1/2 do seu estofado. Você pode se surpreender com o resultado maravilhoso!

como escolher o quadro ideal
como usar quadros na decoração

2 – Composição de Quadros Simétrica

Não quer usar um único quadro sobre o seu sofá, ou as peças únicas do tamanho que você precisa são muito caras (sim, quanto maior a obra, mais cara ela é)? Que tal colocar duas, três ou várias peças na parede atrás do sofá?

quadros múltiplos

Para não quebrar a cabeça, utilize quadros de mesmo tamanho, estilo e com moldura e paspatur idênticos.

Nessa categoria de decoração também entram os dípticos, trípticos e quadrípticos. Essas obras de arte são propositalmente compostas por mais de uma peça (quadros separados), que se completam quando instalados. Por isso, a instalação é bem mais simples.

Quadros múltiplos também são fáceis de instalar. Neles, uma única imagem é dividida em uma série de quadros menores.

quadros trípticos

Para saber o tamanho da composição que você precisa para decorar a parede da sua sala, use a mesma regra da obra única. Ou seja, subtraia do tamanho do sofá de 60cm a 1m.

Em seguida, definida a área que essas obras irão ocupar divida o espaço pelo número de quadros que quer comprar.

Lembre-se sempre: em uma composição simétrica, o espaçamento entre as obras (tanto na vertical quanto na horizontal) deve ser idêntico.

Não sabe o espaçamento ideal entre os quadros? Use os dedos: entre 3 ou 4 dedos fica ótima para peças maiores, e entre 2 e 3, para menores.

dica posicionamento quadros

Nessa caso também vale descentralizar a composição! Fica um chame!

composição de quadros atrás do sofá

3 – Composição de Quadros Assimétrica

Essa costuma ser a montagem mais divertida, irreverente e contemporânea. Por outro lado, é a que exige maior atenção e cuidado, e que pede um planejamento prévio. Mas não se assuste! Ela também é simples e permite uma maior liberdade.

composição de quadros

Inicialmente, defina a área que a composição irá ocupar. Se não tiver certeza, utilize a regra da peça única, ou seja, respeite um espaçamento entre 30 e 50 centímetros da borda do sofá.

Tamanho finalmente decidido, misture os quadros e pôsteres, procurando criar uma composição harmônica e equilibrada: para isso, defina um eixo vertical e horizontal para sua montagem e procure utiliza-los como guias da montagem.

Eles não precisam, necessariamente serem centralizados, podem ficar mais para cima, embaixo, em uma das laterais….

como pendurar quadros

Outra dica é tentar manter mais ou menos o mesmo espaçamento entre as peças, tanto na horizontal quanto na vertical.

como misturar quadros

Talvez você também goste: 5 IDÉIAS PARA DECORAR AS PAREDES COM FOTOGRAFIAS

Em primeiro lugar, espalhe sua montagem no chão, sobre uma folha de papel kraft do tamanho da área desejada. Brinque com os quadros, combinando de várias maneiras diferentes, até achar a mistura que mais te satisfaz. Pronto? Com a ajuda de um lápis, desenhe o contorno das molduras no papel e prenda o papel com fita crepe na parede onde deseja fixar as peças. Com isso será muito mais fácil fazer os furos para pendurar os quadros!

idéias de composição de quadros

 

Mas não se esqueça, principalmente nessa forma de montagem, regras foram feitas para serem quebradas, e existem milhares de outras combinações que serão simplesmente aleatórias e que ficarão lindas! O importante é que o resultado final seja agradável ao olhar e componha a decoração da sua sala.

como decorar a sala com composição de quadros

4 – Prateleira Canaleta

Você quer uma composição de quadros criativa mas não quer ter todo o trabalho de testar, retestar, marcar e furar as paredes, etc. Ou você é daquele estilo metamorfose ambulante e acha que semana que vem já vai querer mudar todos os quadros da sala? Então uma prateleira com borda para apoiar quadros é a melhor escolha para você!

decoração de sala com quadros

À venda em Home Centers, lojas de quadro ou de decoração, elas devem respeitar o tamanho do sofá, nunca ultrapassando-o. Por outro lado, se não encontrar o tamanho exato, opte pelo menor, e centralize sobre o estofado.

prateleira quadros em cima do sofá

Na hora de arrumar os quadros na prateleira, combine como quiser, misture tamanhos e estilos, e mexa a vontade até ter um resultado que certamente te agrade.

prateleira com quadros

Ah! E não precisa deixar tudo centralizado, espaçado e arrumadinho não! Os quadros podem ficar sobrepostos uns aos outros e até mesmo assimétricos em relação ao sofá. Além disso, no dia-a-dia você também pode apoiar nela o celular, os controles remotos, etc…

prateleira sobre o sofá

 

Leia também: Decoração de Estante: Como ter um resultado de revista

Sala com Lareira e TV: Um sonho possível

casa com lareira

Ter uma lareira em casa é um convite ao aconchego e ao bem-estar. O que poucas pessoas sabem é que lareira não é item de luxo, que só tem seu lugar em grandes casas de campo ou apartamentos enormes.

Nada impede que você tenha uma aí na sua sala pequena de apartamento. A regra é: se cabe um rack, cabe uma lareira. Duvida? Continue lendo…

Casa com Lareira – Medidas Mínimas

Sim, com as novas tecnologias e modelos diferenciados, já é possível qualquer um ter uma lareira em qualquer lugar. Mas isso não quer dizer que você possa se descuidar da segurança, ok?

Para começar, recomenda-se que a lareira – independentemente do tipo de fogo que produza – esteja afastada de 90cm a 1m de qualquer móvel. Isso quer dizer que a distância entre o sofá ou a mesa de centro, e o rack onde ela estiver deve ser de, no mínimo, 90cm.

casa com lareira

A caixa de fogo (aquele vão livre em que se acende o fogo) deve ter 50cm de altura e profundidade. Daí já vemos que sua sala deve ter uma largura de 1,5m para comportar uma lareira. Viu?! A gente disse que cabia em salas pequenas!

lareira na sala

Outro cuidado é com a televisão. A TV deve estar pelo menos 70cm acima da boca do fogo (ponto onde o fogo começa). É importante ter isso em mente antes de sair instalando a lareira já que em alguns casos a TV pode ficar muito alta na parede e o sonho se tornar um pesadelo desconfortável.

lareira de embutir

Para driblar esse tipo de situação, vale descentralizar a TV e a fonte do fogo. Assim você mantém a televisão em uma altura confortável e não abre mão de sua lareira.

sala com lareira e tv

Escolha a Lareira certa

Você sabia que existem vários modelos de lareiras disponíveis no mercado? E que cada um é abastecido por um tipo de combustível diferente e tem requisitos próprios?

Pois bem, antes de comprar a sua, vale a pena pesquisar qual o modelo ideal para a sua casa.

Para saber mais sobre os tipos de lareiras, leia: LAREIRAS PARA TODOS

tipos de lareira

Lareiras a lenha – com fogo natural de verdade – necessitam de chaminés, para expelir a fumaça, por isso, nem pense em ter uma no seu apartamento. Já as lareiras à gás (funcionam como uma boca de fogão) requerem ventilação adequada e um ponto de gás bem ali na sala. Se você ainda vai começar a construir ou reformar, esse modelo pode ser bom para você, mas, se já está com a casa pronta, pense se o quebra-quebra vale a pena.

Lareiras elétricas são semelhantes a aquecedores. Elas não tem um fogo real, mas esquentam para valer. O único pré-requisito é um ponto de elétrica próprio para ela.

Lareiras ecológicas ou a álcool são as melhores opções para apartamentos. Modernas e portáteis, podem ser embutidas e dispensam instalações prévias e manutenção. O único inconveniente é o preço do combustível, que é mais salgado que a lenha…

Cuidados

Qualquer modelo e tipo de lareira exige um ambiente com boa circulação de ar. Quem se lembra das aulas de física do colegial? O fogo precisa de oxigênio como alimento. Por isso, por mais tentador que seja fechar a casa inteira e acender o fogo no inverno, não faça. Mantenha uma janela ou porta aberta para garantir uma oxigenação adequada.

modelo de lareira

Para instalar a TV sobre a lareira também são necessários alguns cuidados: mesmo respeitando a distância mínima entre o aparelho e a boca do fogo é indispensável criar um isolamento térmico entre eles. Madeira, pedra ou lã de rocha são algumas das possibilidades. Para não correr riscos desnecessários, contrate um profissional para fazer um projeto para você.

lareira moderna

Finalmente, fogo é fogo. Tenha certeza de que nenhum móvel, objeto ou tecido esteja próximo da fonte de calor ou que possa cair sobre ela com o vento. Cuidado também com crianças e animais de estimação. Uma opção sempre interessante é posicionar uma tela de lareira à frente do fogo. Existem no mercado vários modelos, de estilos e materiais diferentes. Escolha o que melhor combina com a sua casa!

Você também poderá gostar de: DECORAÇÃO DE SALA PEQUENA – DICAS E TRUQUES

Poltronas e cadeiras – que nunca saem de moda

Hoje vamos mostrar para vocês aquelas poltronas e cadeiras que nunca saem de moda.

Em qualquer ramo do design isso acontece. Não tem aquelas roupas atemporais, que qualquer mulher que se preze precisa ter no armário, como um pretinho básico?

Pois é, no mundo do mobiliário você não precisa ter o móvel, mas se tiver, ele nunca vai sair de “moda”, também.

Primeiro vamos ver algumas poltronas e cadeiras criadas por grandes designers Brasileiros e depois outras produzidas por ícones do design mundial.

Poltronas e cadeiras com a assinatura de “Mestres do Mobiliário Brasileiro”
Zanini de Zanine

Crédito de Imagem: Marché Art de Vie

Zanine nasceu no Rio de Janeiro em 1978. Formado em Desenho Industrial pela PUC-Rio. Começou sua trajetória produzindo móveis a partir de madeira de demolição.  Hoje sua carreira é reconhecida nacional e  internacionalmente.

A partir de 2005 começou a produzir industrialmente suas criações e novos materiais foram incorporados ao seu design. Em 2011, Zanini criou o seu próprio estúdio que representa sua marca.

Oscar Niemeyer

Chaise-longue Rio e o banco Marquesa

Carioca de nascimento e cidadão do mundo pelo incrível trabalho, inconfundível,  desenvolvido no mundo da arquitetura.

Formou-se em arquitetura pela Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, em 1934.

Em 1940 teve início a construção do imenso patrimônio arquitetônico deixado por esse brasileiro que viveu a frente do seu tempo e  nos deixou um legado incomensurável.

Se você pensa que esse gênio só trilhou um caminho, está totalmente engando. Niemeyer também foi um designer de móveis de mão cheia. Algumas de suas criações se tornaram ícones do mobiliário, como a chaise-longue Rio e o banco Marquesa.

Aida Boal

Cadeira João Carlos

Uma grande arquiteta que não recebeu o devido valor. Nascida no Rio de Janeiro, se formou em arquitetura pela Faculdade Nacional de Arquitetura do Rio de janeiro, deixou uma bela obra.

Cadeiras e mesas de madeira, com linhas retas, unem conforto e beleza de uma forma harmônica e funcional.

Amiga e carinhosa, costumava dar o nome de amigos e parentes às suas criações.

Carlos Motta

Poltrona Giratória Radar

Carlos Motta é arquiteto e possui o seu Atelier no bairro da Vila Madalena, na zona oeste da capital paulista. Nesse local funciona o escritório de arquitetura, o espaço de criação e desenvolvimento de produtos, além de uma marcenaria de primeira.

Com o lema “a procura do óbvio, do simples, do respeitoso e do longevo” a empresa é totalmente engajada com a sustentabilidade e com o reaproveitamento de materiais.

Irmãos Campana

Cadeira Favela

Essa é uma dupla de irmãos muito interessante. Além de designers de mobiliário, eles são críticos atentos do cotidiano. Conseguem, com a irreverência da criança e a beleza da arte, transformar produtos sem nenhum apelo estético em verdadeiras esculturas, que chamam a atenção pelas suas formas inusitadas aliadas à sua função.

Sergio Rodrigues

Poltrona Mole

Esse dispensa maiores comentários. Sergio Rodrigues é um dos maiores designers de móveis do nosso país. Nascido no Rio de Janeiro e formado em arquitetura pela Faculdade Nacional de Arquitetura da Universidade do Brasil, construiu sua brilhante carreira utilizando-se principalmente de materiais recicláveis retirados da natureza, como a madeira e as fibras naturais.
Pai de um dos maiores ícones do mobiliário brasileiro, a Poltrona Mole é a tradução maior do fantástico trabalho realizado por esse monstro do design brasileiro.

Poltronas e cadeiras criadas por ícones do mobiliário mundial

 

Poltrona Le Corbusier /  Chaise LC4 – Le Corbusier

Poltrona Barcelona – Mies Van der Rohe 

Poltrona trevo / Poltrona Gondola – Pierre Paulin

Cadeira Mademoiselle  /  Cadeira Ghost – Philippe Starck Poltrona Swan – Arne Jacobsen‎

Cadeira Bertoia – Harry Bertoia
Poltrona Egg – Arne Jacobsen

Cadeira Wassily – Marcel Breuer Wood lounge chair – Casal Ray e Charles Eames

DWSR / DWSX / DWSW – Charles e Ray Eames (As mais populares aqui no Brasil)

Cadeira Thonet – Michel Thonet

O mais interessante é que não há necessidade de ser um entendido em design para reconhecer várias das cadeiras aqui mostradas. Talvez você nem soubesse que elas são ícones do mobiliário e que peças desse mundo mágico estão ali ao seu alcance e por preços bem de acordo com o seu bolso.

Só toma cuidado com o acabamento. Às vezes vale pagar uns tostões a mais e adquirir um produto caprichado,  mais bem feito e com uma qualidade superior. Isso fará muita (toda) diferença na decoração da sua casa.

Créditos de imagens: kingflex, Knoll,  Paris7, ecadeiras, stolstu,  Arkpad,  Elegancy Design,  solinemoveis, personalartdesign,  dominidesign, nikkiikkin, ambientedirect,  Inusual, site oficial Oscar Niemeyer,  site oficial Casal Eames